Tratamento Médico da Psoríase – Dr. Elias


Apesar da psoríase ser uma doença de evolução crónica, o tratamento é fundamental no controlo dos sintomas e na prevenção de crises.

Neste enquadramento, o papel das terapêuticas alternativas e complementares ao tratamento convencional é amplamente reconhecido. Relativamente à aplicação das terapêuticas alternativas no tratamento da psoríase, destaca-se a importância de recorrer a:

  • alterações da dieta
  • suplementação
  • tratamentos tópicos naturais
  • terapias de relaxamento
  • atividade física

 

Alterações da dieta

No controlo da psoríase, é fundamental que o doente tente compreender a influência dos seus alimentos habituais no processo de formação das placas psoriáticas. A eliminação de um determinado alimento ou grupo de alimentos por um período com observação do impacto desta alteração na evolução dos sintomas, pode ser uma medida útil para controlar a inflamação e as recidivas.
De um modo geral, recomenda-se a adoção dos seguintes hábitos alimentares:

  • eliminação de alimentos fritos, refinados e processados, tal como pão, massas, charcutaria e fumados;
  • não consumir álcool nem refrigerantes de qualquer tipo;
  • aumentar o consumo de frutas, verduras, germinados, peixe e sementes vegetais ricos em gorduras saudáveis para a pele;
  • usar clorela ou spirulina em batidos de fruta para promover a desintoxicação celular;
  • usar infusões desintoxicantes para a pele como: salsaparrilha, dente-de-leão, amor-perfeito e cavalinha.

 

Suplementação

A par de um esquema alimentar equilibrado e adaptado ao indivíduo, o uso de suplementos à base de produtos naturais é também uma estratégia importante no controlo da psoríase.
Deve-se estabelecer o equilíbrio geral do organismo para controlar a inflamação e o grau de severidade da doença com probióticos e ácidos gordos essenciais, principalmente os ricos em ómega 6 (W6), como o óleo de onagra ou de borragem.

 

Tratamentos tópicos naturais

Existem disponíveis no mercado fórmulas de aplicação cutânea sobre as placas psoriáticas. Destacam-se o tratamento com lamas sulfurosas e óleos calmantes.
Para além disso, podem ser usados o gel de Aloé Vera, o óleo de Rícino e a pomada de Camomila. Esta última não só hidrata a pele como também funciona como anti-histamínico, acalmando a inflamação e estimulando a regeneração da pele.

 

Terapias de relaxamento

Uma vez que o stress é reconhecido como um dos possíveis fatores desencadeantes, técnicas de relaxamento e estratégias para diminuir o stress podem apresentar benefícios no controlo dos sintomas da doença.
Para prevenir o stress e a ansiedade é possível optar por terapias de relaxamento (como a aromoterapia, o ioga, a meditação, a acupuntura, o tai chi) e/ou fitoterapia com base, por exemplo, em valeriana.

A procura de terapêuticas alternativas, não só no tratamento da psoríase, mas também como complemento ao tratamento de outras doenças crónicas, tem vindo a disseminar-se para diferentes nichos da sociedade atual. Paralelamente, cada vez mais investigadores direcionam esforços para estudar e creditar o recurso a estas terapêuticas.
De uma forma geral, as terapêuticas alternativas são consideradas seguras. Contudo, a possibilidade de se verificarem interações com outros tratamentos simultâneos ou mesmo com a alimentação habitual, justifica a necessidade de procurar aconselhamento junto de um profissional de saúde creditado, antes de iniciar uma terapêutica alternativa no tratamento de alguma patologia.

Sónia Correia — Farmacêutica com formação em Naturopatia

 

Nesta Clínica, é possível encontrar uma resposta natural para controlar a psoríase, integrando no mesmo plano a abordagem nutricional, emocional e tópica. Faz-se uso de uma linha de tratamento natural com excelentes resultados, permitindo controlar a inflamação e diminuindo muito a frequência das crises.

Faça a sua marcação.

Não perca mais tempo ligue 222 084 026